O Estoril desloca-se este domingo às Caldas da Rainha, em jogo da Taça de Portugal, e o treinador Fabiano Soares admite que não espera facilidades, mas assume que a obrigação de ganhar é da sua equipa. 

"A obrigação de vencer e passar é nossa porque somos uma equipa de primeira divisão. Mas já vimos que não há facilidades nem para o Benfica nem para o Sporting quanto mais para o Estoril. Estes jogos são sempre muito complicados e teremos de dar o máximo de rendimento e intensidade para obrigar a dobrar um difícil rival. Mas já sabemos como é, pois no ano passado lá já foi difícil", afirmou o treinador na antevisão do encontro.

Fabiano Soares assume que "sonha chegar a uma final da Taça" e espera que esse desejo se concretize "em breve, se possível este ano". 

"Vamos colocar a melhor formação possível, pese embora alguns elementos não puderem dar o seu contributo. O Diahkité e o Kléber infelizmente não irão, assim como o Billal que não foi inscrito. Também o M. Índio vai ficar de fora, devido a cansaço, e são os quatro que sabem que não irão", disse ainda o treinador do Estoril. 

O jogo Caldas-Estoril disputa-se domingo, às 15 horas, no Campo da Mata.

Autor: Manuel António Abrantes