Já dizia o poeta que o sonho comanda a vida e a do Arouca, nos últimos anos, tem sido recheada de vários sonhos concretizados. O mais recente foi a presença nas competições europeias, mas agora há outro, revelado pelo presidente Carlos Pinho: chegar à final da Taça.

"A meta é sempre ir o mais longe possível, mas tenho um sonho: gostava de ir ao Jamor. Há condições para fazê-lo esta época. Podemos não o conseguir, mas o meu objetivo é estar na final do Jamor, como qualquer outra equipa gostaria de lá chegar. O Arouca já chegou à Liga Europa e agora também é um desejo meu ir ao Estádio Nacional e vou lutar por isso. Eles [a equipa técnica e jogadores] sabem bem o que eu quero", assumiu o líder máximo do Arouca, em declarações a Record. "Frente ao Real temos de ter cuidado e o Arouca está prevenido", apontou.

Seria a oportunidade de a equipa nortenha ganhar maior dose de motivação. Afinal, a equipa não vive o seu melhor momento de forma, apesar de estar a dar sinais de recuperação, como ficou mostrado nos empates com Belenenses e Sp. Braga. "O Arouca está a melhorar de dia para dia e assim fico mais confiante", disse Carlos Pinho. Isto na antecâmara de um ciclo exigente – após a Taça, seguem-se duelos com FC Porto, Cova da Piedade (Taça CTT), Marítimo e Sporting, estes quatro num período de 16 dias. "Será um ciclo exigente e o Arouca está preparado. Mas agora temos é de estar focados na Taça", sublinhou o presidente, que continua a confiar no técnico Lito Vidigal: "Confio plenamente. A equipa técnica e jogadores fizeram grande época no ano passado, não desaprenderam e estou sempre ao lado dele. Vamos dar a volta a isto."


Autor: André Gonçalves