FC Porto vence Beira Mar (2-1) e tem a Supertaça quase conquistada
SABER ABDICAR DO "CHUVEIRINHO" MAS TER DE RECORRER À "BOMBA"!
domingo, 8 agosto de 1999 | 01:24
 

A SUPERTAÇA (mais uma!) poderá ser entregue nas Antas no próximo domingo ao supercampeão que se apresta para a 11ª conquista deste troféu em 21 possíveis. Com o triunfo de sábado, o FC Porto caminha para mais um recorde a par do seu treinador Fernando Santos, previsível vencedor do seu segundo caneco consecutivo, algo que nenhum técnico portista alcançou. E de Domingos, já agora, que marcou no seu regresso para se tornar o melhor marcador de sempre da prova (seis tentos), evitando, um minuto após o tento dos locais, aflição maior para os campeões.


E foi Fernando Santos quem bem contribuiu para um êxito merecido mas suado, sem ver a sua equipa jogar bem por culpa do adversário e recorrendo a estratégia mais adequada para serenar as hostes -- especialmente quando os aveirenses lograram o que parecia uma impensável vantagem no marcador.


Os dragões ensaiaram nas Aves (terça-feira) a equipa para este jogo de "partir pedra", mas demoraram a perceber estarem órfãos de... Jardel. Passaram a primeira parte com dificuldades de penetração em densa muralha defensiva (seis homens em permanência plantados lá atrás!) dos de Aveiro, trocando, ao intervalo, o chuveirinho (10 cruzamentos bem repartidos pelos dois flancos) pela troca de bola a toda a largura do terreno mas com um lado esquerdo mais preenchido depois do vazio de 45 minutos que Drulovic, talhado para organizador de jogo, e Ricardo Sousa, em falhada "rentrée" a casa... do pai, não cuidaram. Dos seis cruzamentos do segundo tempo, cinco saíram da esquerda portista com Esquerdinha que só atacava e procurava espaços no meio por onde marcaria um golão.


DRAGÃO ACALMA O JOGO


A ocupação do terreno a toda a largura, após o intervalo, a que se juntou a precoce expulsão de Gila que mais fez oscilar a defesa da casa, deixou o FC Porto mais senhor da bola mas não tanto dono do jogo. A feliz coincidência de António Sousa dinamizar o ataque substituindo a dupla de avançados e logo com um golo fabricado entre os dois recém-entrados, só não abalou a convicção portista de jogar rasteirinho e com calma porque Domingos foi igualmente feliz em desviar de cabeça um remate de Peixe.


Prevaleceu a vontade do dragão, que tirou dividendos de acalmar o jogo, trocando a bola até à melhor oportunidade de procurar servir os "pivots" de área, depois de Fehér ter-se juntado a Domingos (que recuava), com Capucho e Romeu alternando nos flancos, Drulovic atrás a pautar jogo e uma fortíssima pressão portista a propiciar a "bomba" com que Esquerdinha dinamitou de vez o dique aveirense e selou um complicado triunfo.


O futebol portista não pôde ser bonito, mas à precipitação e tentativa de romper de qualquer modo serviu bem o conselho do futebol de toque. A organização táctica aveirense, com o judicioso gerir de talentos de António Sousa (lá descobriu Óscar e lançou Rui Dolores, revelando ainda Ribeiro depois de liberto de um punhado de "pezudos" da época passada), voltou a dificultar a vida ao mais pintado. Nenhum grande vencera em Aveiro (os portistas até perderam) no campeonato que condenou os locais à despromoção, mas a nova equipa promete lutar pelo regresso.


DEFESA DINAMITADA


Uma defesa em linha de jogadores de marcação (bom regresso de Vítor Silva e Cristiano à esquerda, sobre Capucho), sabendo do flanco esquerdo portista "manco", adiantamento de Lobão que fez parelha com Fernando Aguiar à frente dos centrais a tapar as rampas de lançamento de jogo do FC Porto (Rui Barros, Drulovic e Ricardo Sousa), Fusco e Paulo Sérgio cobrindo os corredores: a táctica aveirense era simples mas eficaz pelo bom desempenho de todos. Quando as vicissitudes de um jogo com quase um cartão amarelo em cada três faltas marcadas penalizaram o Beira Mar, o sentido de jogo útil do FC Porto, com inteligência, foi decisivo.


As duas equipas apresentaram-se já bastante bem e Jorge Coroado esteve ao seu nível, mas aos 72 minutos Domingos foi derrubado na área quando se preparava para rematar na cara de Palatsi.


GOLOS


1-0. Rui Dolores trabalhou bem na esquerda, passando em velocidade por Jorge Costa e servindo FARY que se limitou a empurrar a bola para a baliza, um golo do par de avançados aveirenses entrados dois minutos antes.


1-1. Frente à muralha aveirense, Peixe não tinha muitas alternativas e optou pelo remate de trinta metros e DOMINGOS desviou intencionalmente de cabeça, traindo Palatsi na baliza.


1-2. FC Porto a jogar em toda a largura do terreno, permitindo espaços para entradas de trás como a de ESQUERDINHA, servido por Drulovic para enviar uma "bomba" de pé esquerdo. Indefensável.


JOSÉ LUÍS PEREIRA


Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Partilhar:
URL:
 
Pub
Partilhar
Gostou desta notícia?  Votação: 0
 
Algum erro na notícia?  Envie-nos a correção
 


  • Resultados
  • |
  • Classif.
  • |
  • Goleadores
  • |
  • Próx. jornada
11ª jornadaLiga
28/11V. Guimarães
-
Moreirense20:30
29/11Belenenses
-
Arouca16:00
29/11Penafiel
-
Sp. Braga18:00
29/11Sporting
-
V. Setúbal20:15
30/11Gil Vicente
-
Nacional16:00
30/11Marítimo
-
Boavista16:00
30/11Académica
-
Benfica18:00
30/11FC Porto
-
Rio Ave20:15
01/12P. Ferreira
-
Estoril20:00
SportTV1
SportTV2
SportTV3
SportTV HD
TVI


SportTV Live
TVI24
Eurosport 1
Eurosport 2


Benfica TV
Benfica TV2
Sporting TV


12ª jornadaLiga
05/12Benfica
-
Belenenses19:45
05/12Boavista
-
Sporting20:30
06/12Rio Ave
-
Gil Vicente16:00
06/12Estoril
-
V. Setúbal18:00
06/12Académica
-
FC Porto20:15
07/12Arouca
-
Penafiel16:00
07/12Moreirense
-
P. Ferreira16:00
07/12Sp. Braga
-
V. Guimarães20:15
08/12Nacional
-
Marítimo20:00
SportTV1
SportTV2
SportTV3
SportTV HD
TVI


SportTV Live
TVI24
Eurosport 1
Eurosport 2


Benfica TV
Benfica TV2
Sporting TV


11ª jornadaLiga
PClubePtsJVEDGolos
Benfica251081123-7
V. Guimarães231072120-8
FC Porto221064019-5
Belenenses201062215-11
Sp. Braga181053215-7
P. Ferreira181053215-10
Rio Ave171052319-10
Sporting171045118-10
Moreirense13103437-9
10ºMarítimo121040615-15
11ºV. Setúbal11103258-16
12ºEstoril101024415-20
13ºBoavista10103167-18
14ºAcadémica8101547-12
15ºNacional8102267-13
16ºArouca8102266-18
17ºPenafiel4101186-19
18ºGil Vicente3100377-21
 
11ª jornadaLiga
Golos

1
Talisca (Benfica)
8
2
Maazou (Marítimo)
7
3
7
4
Deyverson (Belenenses)
7
5
Hassan (Rio Ave)
6
6
Bruno Moreira (P. Ferreira)
6
7
Slimani (Sporting)
4
8
Diego Lopes (Rio Ave)
4
9
Fransérgio (Marítimo)
4
10
Éder (Sp. Braga)
4
11
Bernard (V. Guimarães)
4
12
Miguel Rosa (Belenenses)
4
13
Kuca (Estoril)
4
14
Salvio (Benfica)
4
15
Kléber (Estoril)
3
16
Zé Luís (Sp. Braga)
3

De quem é a culpa da eliminação do Benfica?

Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edisport, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.

Clicar para abrir layer Pretty Clicar para abrir layer Pretty