/futebol/nacional/taca_portugal/
Siga-nos em: ||| Diário especializado em desporto. Diretor: João Querido Manha
Felgueiras-Vilafranquense, 3-0: Eficácia e velocidade foram determinantes
VILAFRANQUENSE SEM ARGUMENTOS
quinta-feira, 18 dezembro de 2003 | 01:05
Autor: PEDRO ALVES
 

O Felgueiras garantiu, sem dificuldades, a passagem aos oitavos-de-final da Taça de Portugal, após o justo triunfo por 3-0 sobre o Vilafranquense, da II B.


Cedo se percebeu que a formação de Vila Franca de Xira
patenteava dificuldades na organização do jogo ofensivo – daí o parco número de oportunidades criadas ao longo de todo o desafio. Ao invés, o adversário, mesmo sem alguns dos habituais titulares, revelou preponderância nas acções atacantes e eficácia na hora de atirar à baliza, factores que, aliados à sólida organização, foram determinantes para a vitória.


Martinho, que atravessa um bom momento de forma, foi a figura do jogo ao apontar os dois primeiros golos. Fruto da pressão atacante, explorando a velocidade dos alas, o conjunto de Diamantino Miranda beneficiou ainda de uma quantidade assinalável de ocasiões e de um “penalty”, convertido por Ronaldo, que fixou o resultado final.


Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Partilhar:
URL:
 
Pub
Partilhar
Gostou desta notícia?  Votação: 0
 
Algum erro na notícia?  Envie-nos a correção
 


Quem se apresenta, para já, em melhores condições para conquistar a Liga?

Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edisport, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.

Clicar para abrir layer Pretty Clicar para abrir layer Pretty