/futebol/nacional/futebol_feminino/
Siga-nos em: ||| Diário especializado em desporto. Diretor: João Querido Manha
Mónica Jorge: «Vamos ver qual será o primeiro clube grande a ter coragem»
Diretora da FPF e a aposta no futebol feminino
segunda-feira, 26 março de 2012 | 17:27
 
 

Mónica Jorge, diretora da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), deixou esta segunda-feira o repto aos clubes grandes para apostarem no futebol feminino, esperando para ver qual será o primeiro "a ter coragem de aderir".


O desafio foi lançado pela dirigente da FPF, com o pelouro do futebol feminino, na apresentação do Projeto Futebol Feminino do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF).


"Vamos ver qual será o primeiro clube grande a ter coragem de aderir ao futebol feminino. Já que chamamos grande clube, também será grande nesse aspeto", afirmou a ex-selecionadora de futebol feminino.


O presidente da SJPF, Joaquim Evangelista, alinhou pelo mesmo discurso e reforçou o desafio deixado aos principais clubes portugueses.


"A grandeza de um clube não se mede apenas pelos resultados desportivos, mas também pela sua capacidade de intervenção social. Veremos o que os clubes vão fazer neste domínio", acrescentou Evangelista.


Relativamente ao Projeto Futebol Feminino, o SJPF pretende lançar medidas para questões que considera urgentes na vertente feminina, como o estatuto de alta competição, seguros de saúde e contrato coletivo de trabalho.


"As jogadoras precisam de condições para poderem empenhar-se na sua profissão", reforçou o presidente do SJPF.


Na mesma cerimónia foi formalizado o convite do sindicato a Carla Couto, a futebolista portuguesa mais internacional de sempre (143 jogos), para embaixadora do futebol feminino.


O SJPF vai também indicar Carla Couto para integrar o Comité de Futebol Feminino do sindicato mundial (FIFPro).


"Fico feliz por fazer parte desta iniciativa. Há muito trabalho para fazer e temos de ser nós a fazê-lo, porque acreditamos no futebol português, temos qualidade e cada vez mais jogadoras no estrangeiro", realçou Carla Couto.


O SJPF passará a ter um gabinete exclusivo para o futebol feminino e coordenado pelo vice José Carlos.


Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Partilhar:
URL:
 
Tags:
 
 
Pub
Partilhar
Gostou desta notícia?  Votação: 0
 
Algum erro na notícia?  Envie-nos a correção
 
mais notícias de Futebol Feminino
21-07-2014, às 13:29 - Marta assina pelo Rosengard
15-07-2014, às 12:33 - Sónia Matias anuncia fim da carreira
04-07-2014, às 18:07 - Patrícia Morais no futebol francês
26-06-2014, às 16:42 - Ouriense integra grupo 8 da Champions
11-06-2014, às 16:45 - Carla Couto anuncia o fim de carreira
07-06-2014, às 18:58 - Ouriense conquista Taça de Portugal

Esqueci-me da password | Novo registo


comentário mais votado
Fernando Konandu
26-03-2012, às 18:32 
"A Mónica Jorge está distraída, já houve um grande a aderir, chama-se Leixões Sport Club!"
Com votação igual a 0 (4 votos)
  • Mais recentes
  • Mais antigos
  • Mais votados
  • Menos votados
Fernando Konandu
26-03-2012, às 18:32 
A Mónica Jorge está distraída, já houve um grande a aderir, chama-se Leixões Sport Club!
Votação: 0 (4 votos)
Responder  Denunciar
#1
Frank Jr
26-03-2012, às 18:17 
Ja nao e sem tempo, na Espana a maioria das equipas grandes tem o futebol feminino, no Brasil o Vasco da Gama e um exemplo para todos. Pois vamos a isso malta.
Votação: +3 (3 votos)
Responder  Denunciar
#2


Quem é o guarda-redes mais indicado para render a Oblak no Benfica?

Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edisport, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.

Clicar para abrir layer Pretty Clicar para abrir layer Pretty