/futebol/nacional/1a_liga/
Siga-nos em: ||| Diário especializado em desporto. Diretor: João Querido Manha
  • Benfica
  • Sporting
  • FC Porto
  • Estoril
  • Nacional
  • Marítimo
  • V. Setúbal
  • Académica
  • Sp. Braga
  • V. Guimarães
  • Rio Ave
  • Arouca
  • Gil Vicente
  • Belenenses
  • P. Ferreira
  • Moreirense
  • Penafiel
  • Boavista
Jokanovic protagoniza 10.ª "chicotada" da época
confira todos os nomes e números
domingo, 13 março de 2011 | 20:29
 
 

O treinador sérvio Predrag Jokanovic protagonizou este domingo a 10.ª "chicotada psicológica" na Liga, deixando o comando técnico do Nacional após o empate com a Académica (1-1), à 23.ª jornada.



Quando tudo parecia indicar que o Nacional estava a caminho da segunda vitória nas últimas sete jornadas, depois de Orlando Sá ter marcado para os madeirenses, aos 61 minutos, Laionel, nos descontos, empatou, motivando a contestação dos adeptos e a saída de Jokanovic.



Com este empate, o Nacional, que vai ser comandado por Ivo Vieira, manteve-se no 7.º posto, a dois pontos do quinto lugar "europeu", que continua a ser ocupado pelo Vitória de Guimarães, que também empatou 1-1 sábado, na receção ao Vitória de Setúbal.



Antes da saída de Jokanovic, tinha sido Manuel Fernandes a deixar o Vitória de Setúbal, a 1 de março, depois da derrota em Paços de Ferreira, por 2-0, na 21ª jornada.



Um dia antes de Manuel Fernandes, substituído por Bruno Ribeiro, o protagonista tinha sido Leonardo Jardim, que apresentou a demissão do comando técnico do Beira-Mar, sendo substituído por Rui Bento.



Na véspera da 20.ª jornada, foi Paulo Sérgio a deixar o comando técnico do Sporting. José Couceiro, diretor-geral da SAD, assumiu o leme da equipa, provavelmente até final da temporada.



Antes, José Guilherme demitiu-se na Académica, sendo substituído por Ulisses Morais - o terceiro técnico da Briosa esta época.



José Guilherme cumpria em Coimbra a sua estreia como treinador principal, mas teve um início pouco auspicioso, já que somou quatro derrotas e dois empates nos seis jogos da Liga que a equipa disputou sob o seu comando.



O holandês Mitchell van der Gaag foi o primeiro treinador a ser despedido, tendo deixado o Marítimo à 4.ª jornada.



A Naval já despediu dois treinadores, o último dos quais Rogério Gonçalves, após a 14.ª jornada, após ter dispensado o francês Victor Zvunka, no final da 6.ª, com a equipa da Figueira da Foz na 14.ª posição.



O Portimonense também trocou de treinador à 14.ª jornada, substituindo Litos por Carlos Azenha.



Ainda antes do início da época, Lito Vidigal protagonizou uma polémica saída da União de Leiria, agora orientada por Pedro Caixinha.


Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Partilhar:
URL:
 
Tags:
 
 
Pub
Partilhar
Gostou desta notícia?  Votação: 0
 
Algum erro na notícia?  Envie-nos a correção
 

Esqueci-me da password | Novo registo


comentário mais votado
kilo
13-03-2011, às 23:16 
"Estes dirigentes, todos exigem aos seus treinadores serem campeões por isso tantos despedimento."
Com votação igual a +2 (2 votos)
  • Mais recentes
  • Mais antigos
  • Mais votados
  • Menos votados
kilo
13-03-2011, às 23:16 
Estes dirigentes, todos exigem aos seus treinadores serem campeões por isso tantos despedimento.
Votação: +2 (2 votos)
Responder  Denunciar
#1


Quem se apresenta, para já, em melhores condições para conquistar a Liga?

Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edisport, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.

Clicar para abrir layer Pretty Clicar para abrir layer Pretty