• Benfica
  • FC Porto
  • V. Guimarães
  • Sporting
  • Rio Ave
  • Sp. Braga
  • P. Ferreira
  • Belenenses
  • Marítimo
  • Moreirense
  • Nacional
  • V. Setúbal
  • Académica
  • Boavista
  • Arouca
  • Estoril
  • Penafiel
  • Gil Vicente
Salgueiros-Marítimo, 2-1: Defesas ajudam fracos ataques
CRÓNICA
domingo, 16 dezembro de 2001 | 00:45
Autor: COSTA SANTOS
 

A GRANDE incógnita deste jogo residia, tão simplesmente, na capacidade de reacção da equipa de Paranhos ao volumoso resultado sofrido em Leiria. Naturalmente que Carlos Manuel, ao longo da semana, tentou aliviar a pressão sobre os seus jogadores e o ter afirmado que “fora apenas um jogo mau” queria dizer que o importante era reagir e tentar ante um Marítimo, que fez das suas nesta estada prolongada no Continente, recuperar o terreno perdido, ganhar o jogo.


Na verdade, mostrou isso mesmo logo que João Vilas Boas deu a primeira apitadela: um estilo pressionante, povoamento do meio campo e uma frente ofensiva onde Toy era o jogador mais adiantado, apoiado por Litera nas costas e João Pedro e Basílio, pelas alas.


Porém, uma só ocasião de perigo, aos 9’, e por falhanço de Van der Gaag, com João Pedro a falhar o remate e, depois, Toy a ser muito lento na recarga, selou a perigosidade salgueirista no período inicial. E isto porquê? Porque o Marítimo, no seu estilo frio, nervos de aço, procurava adormecer o adversário, trocar a bola em velocidade reduzida e, verdade seja, nem se preocupar muito em atingir a área de Rui Correia. Um ou outro lance com maior emoção – uma defesa de Nélson a tirar a bola da cabeça de Toy e uma chegada tardia de Alan a cruzamento de Danny – não chega para fazer subir a bitola da qualidade.


Adivinhava-se que, ou surgiria algum falhanço defensivo ou muito dificilmente o marcador funcionaria. Surgiu a primeira “opção”, mesmo ao cair do pano do primeiro tempo: cruzamento de Kenedy, aparentemente sem perigo, atrapalhação entre Rui Correia e Nunes e Danny, lesto, a fazer o “encosto” fácil e vitorioso.


Esta vantagem tinha o seu “quê” de injusta. Na segunda subida à área salgueirista, um golo.


Óbvio que Carlos Manuel não perdeu tempo e aproveitou o intervalo para deixar Basílio nos balneários e fazer entrar Ernesto, tendo o seu “prémio” onze minutos depois, também graças a uma “oferta” do bloco defensivo do Marítimo, com Nélson a falhar o soco depois de Van der Gaag não ter feito o alívio necessário e João Pedro a fazer o desvio certeiro.


Nova igualdade ou a justiça pelo futebol que ambos os conjuntos vinham praticando. Só que há situações imprevistas que acabam por mudar o rumo das coisas: aos 60’ o jovem Danny – que até então se notabilizara pelo golo marcado e boa leitura de jogo – comete o erro infantil de dar “bocas” ao fiscal de linha e Vilas Boas não hesita no vermelho directo. Com um homem a mais, Carlos Manuel não demorou em arriscar mais, fazendo sair Delson e entrar Marco Cláudio. Outra vez a resultar, já que a dinâmica atacante dos donos da casa subiu de tom e aos 66’ Zeca derruba Toy em plena área de rigor. Uma grande penalidade clara que Litera aproveita para virar o resultado. Foi a vez de Nelo Vingada “pôr toda a carne no assador”, isto é, metendo André, Quim e Arraiola, na tentativa óbvia de forçar o ataque. No entanto, tapou os pés mas descobriu a cabeça. Partiu a equipa e as tentativas de colocar bolas na cabeça de Quim não resultaram minimamente. Ao contrário, foi o Salgueiros quem melhor se aproveitou dessas mudanças, gerando lances de contra-ataque que bem poderiam ter tido outra finalização. Por uma vez – aos 82’ – o cabeceamento de Ernesto é salvo sobre a linha de golo por Albertino.


Em vantagem, toda a força anímica dos donos da casa veio ao de cima. Se é certo que nem sempre, mesmo neste período, conseguiram produzir um futebol agradável, há que compreender, já que o mais importante era vencer o encontro.


JOÃO VILAS BOAS, “repescado” de quarto árbitro, por lesão de Martins dos Santos, não realizou trabalho positivo. Alguma dualidade no critério disciplinar e no aspecto técnico, julgamentos ao contrário.


Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Partilhar:
URL:
 
Pub
Partilhar
Gostou desta notícia?  Votação: 0
 
Algum erro na notícia?  Envie-nos a correção
 


  • Resultados
  • |
  • Classif.
  • |
  • Goleadores
  • |
  • Próx. jornada
9ª jornadaLiga
31/10Benfica
-
Rio Ave19:45
01/11Penafiel
-
Estoril16:00
01/11V. Guimarães
-
Sporting18:00
01/11FC Porto
-
Nacional20:15
02/11P. Ferreira
-
V. Setúbal16:00
02/11Marítimo
-
Moreirense16:00
02/11Gil Vicente
-
Arouca16:00
02/11Académica
-
Sp. Braga19:15
03/11Belenenses
-
Boavista20:00
SportTV1
SportTV2
SportTV3
SportTV HD
TVI


SportTV Live
TVI24
Eurosport 1
Eurosport 2


Benfica TV
Benfica TV2
Sporting TV


10ª jornadaLiga
07/11Arouca
-
V. Guimarães20:30
08/11Sp. Braga
-
Gil Vicente20:15
09/11Boavista
-
Penafiel16:00
09/11Moreirense
-
Belenenses16:00
09/11Nacional
-
Benfica16:00
09/11V. Setúbal
-
Marítimo16:00
09/11Sporting
-
P. Ferreira18:00
09/11Estoril
-
FC Porto20:15
10/11Rio Ave
-
Académica20:00
SportTV1
SportTV2
SportTV3
SportTV HD
TVI


SportTV Live
TVI24
Eurosport 1
Eurosport 2


Benfica TV
Benfica TV2
Sporting TV


9ª jornadaLiga
PClubePtsJVEDGolos
Benfica19861120-6
FC Porto18853015-3
V. Guimarães17852115-7
Sporting16844017-6
Rio Ave14842216-9
Sp. Braga14842212-6
P. Ferreira14842210-8
Belenenses14842211-10
Marítimo12840414-12
10ºMoreirense1082425-7
11ºNacional882246-9
12ºV. Setúbal882246-12
13ºAcadémica781436-8
14ºBoavista782155-15
15ºArouca782154-15
16ºEstoril6813411-17
17ºPenafiel481165-16
18ºGil Vicente280266-18
 
9ª jornadaLiga
Golos

1
Maazou (Marítimo)
7
2
Talisca (Benfica)
7
3
7
4
Bruno Moreira (P. Ferreira)
5
5
Deyverson (Belenenses)
5
6
Hassan (Rio Ave)
4
7
Slimani (Sporting)
4
8
Diego Lopes (Rio Ave)
4
9
Fransérgio (Marítimo)
4
10
Bernard (V. Guimarães)
4
11
Simy (Gil Vicente)
3
12
Kléber (Estoril)
3
13
Zé Luís (Sp. Braga)
3
14
Jonatan Alvez (V. Guimarães)
3
15
Carrillo (Sporting)
3
16
Éder (Sp. Braga)
3


Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edisport, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.

Clicar para abrir layer Pretty Clicar para abrir layer Pretty