/futebol/nacional/1a_liga/sporting/
Siga-nos em: ||| Diário especializado em desporto. Diretor: João Querido Manha
  • Benfica
  • Sporting
  • FC Porto
  • Estoril
  • Nacional
  • Marítimo
  • V. Setúbal
  • Académica
  • Sp. Braga
  • V. Guimarães
  • Rio Ave
  • Arouca
  • Gil Vicente
  • Belenenses
  • P. Ferreira
  • Moreirense
  • Penafiel
  • Boavista
Da estreia absoluta ao estatuto de líder
Carriço estreou-se em 2008 e já é capitão
quarta-feira, 17 novembro de 2010 | 07:51
Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS

Fotos: MIGUEL BARREIRA
 
 

O Paços de Ferreira, próximo adversário do Sporting na Taça de Portugal, está indissociavelmente ligado ao aparecimento de Daniel Carriço como referência no eixo da defesa do Sporting.


Decorria a temporada 2008/09 e o central sentava-se habitualmente no banco de suplentes, mas uma lesão de Tonel precisamente em Paços de Ferreira, em jogo da sexta jornada, realizado a 26 de outubro de 2008, obrigou Paulo Bento, técnico leonino na altura, a lançar Daniel Carriço em campo numa partida que terminou empatada a zero.


Daniel Carriço, de 22 anos, não pegou logo de estaca, mas estava dado o primeiro passo para conseguir ganhar algum espaço entre os jogadores do plantel. Adivinhava-se nova oportunidade, mas o defesa falhou os três compromissos seguintes (Rio Ave, Shakhtar e FC Porto), nos quais o mais experiente Caneira foi o eleito para formar dupla com Polga, reaparecendo a titular, curiosamente num jogo de má memória frente ao Leixões em Alvalade – derrota 0-1.


Apesar disso, pegou de estaca e até ao final dessa temporada assumiu a titularidade em 25 jogos oficiais, tendo falhado apenas a participação em sete compromissos de caráter oficial (dois jogos com o Marítimo, FC Porto, eliminatória da Champions com Bayern de Munique, V. Setúbal e Nacional da Madeira).


A braçadeira. No início da temporada transata começou como opção preferencial de Paulo Bento para o eixo da defesa. Uma situação que se manteve, de resto, com Carlos Carvalhal e atualmente com Paulo Sérgio.


Mas havia ainda mais um passo a dar: o de adquirir o estatuto de capitão que já tinha sido seu em todos os escalões jovens ao serviço do Sporting. Paulo Sérgio apercebeu-se disso e é com esse estatuto que Daniel Carriço vai defrontar no domingo a equipa que lhe proporcionou o arranque para uma carreira ao mais alto nível.


Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Partilhar:
URL:
 
Tags:
 
 
Pub
Partilhar
Gostou desta notícia?  Votação: 0
 
Algum erro na notícia?  Envie-nos a correção
 

Esqueci-me da password | Novo registo


comentário mais votado
Albino Ferrer
17-11-2010, às 12:12 
"Carriço limita-se a usar a braçadeira. Capitão, capitão, é Polga! Ou alguém acredita que Carriço consegue impor-se a jogadores com provas dadas como Hildebrand, Polga, Postiga, Pedro Mendes, Maniche ou Liedson? Mesmo Vukcevic, Edvaldo ou João Pereira têm já um passado de algum respeito. Isto de dar braçadeiras a imberbes é um erro crasso!..."
Com votação igual a -8 (22 votos)
  • Mais recentes
  • Mais antigos
  • Mais votados
  • Menos votados
Springsteen da Buraca
19-11-2010, às 08:28 
concordo em pleno com liderança! Um defesa como o Patricio que é constantemente papado no jogo aéreo jamais será um bom defesa central! Só um cego é que não vê que desde que ele joga a titular,SCP começou a sofrer inumeros golos de cabeça!É bluff autêntico!Como na Luz há o D.Luiz e no FCP houve o B.Alves, no SCP querem criar um idolo à força!
Votação: -2 (2 votos)
Responder  Denunciar
#1
zeron
17-11-2010, às 20:32 
O Sporting nao tem lideranca: nem dentro do campo, nem fora do campo, nem na gestao. Anda à deriva.
Votação: -3 (7 votos)
Responder  Denunciar
#2
costa
17-11-2010, às 18:37 
É jovem, bom jogador, pode ter futuro mas discordo totalmente da opção de o nomear capitão. Será que não aprendemos nada com o moutinho? Dar-lhes demasiada importância demasiado cedo pode virar-se contra nós...
Votação: +2 (6 votos)
Responder  Denunciar
#3
CavaloBranco
17-11-2010, às 15:03 
Lento? Ehpa, lento é coisa que o Carriço não é! Papado por avançados? Não tenho ideia de nenhum central q consiga parar um avançado embalado em corrida sem ser em falta. Talvez Carvalho ou Jorge Andrade no seu auge.
Votação: +1 (3 votos)
Responder  Denunciar
#4
Rui Machado
17-11-2010, às 14:53 
Deve ser o central mais lento que já vi passar no Sporting. Deste que começou a jogar no Sporting a equipa leva sempre golos. Não é central para o Sporting. Não reparam que é sempre ele que joga e os outros centrais é que têm sempre culpa? O jogo de guimarães deixou o Tarjinho correr à vontade.
Votação: -9 (13 votos)
Responder  Denunciar
#5
Albino Ferrer
17-11-2010, às 12:12 
Carriço limita-se a usar a braçadeira. Capitão, capitão, é Polga! Ou alguém acredita que Carriço consegue impor-se a jogadores com provas dadas como Hildebrand, Polga, Postiga, Pedro Mendes, Maniche ou Liedson? Mesmo Vukcevic, Edvaldo ou João Pereira têm já um passado de algum respeito. Isto de dar braçadeiras a imberbes é um erro crasso!...
Votação: -8 (22 votos)
Responder  Denunciar
#6
lideranca
17-11-2010, às 11:46 
Na minha humilde oponiao Carrico nao tem categoria pra jogár a titulár no Sporting imagine-se é o Capitao da equipa.Pode vir a ser 1 bom centrál mas no momento é + propaganda que verdade muito ao estilo de R.Patricio.
Votação: -11 (17 votos)
Responder  Denunciar
#7



Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edisport, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.

Clicar para abrir layer Pretty Clicar para abrir layer Pretty