/futebol/nacional/1a_liga/porto/
Siga-nos em: ||| Diário especializado em desporto. Diretor: João Querido Manha
  • Benfica
  • Sporting
  • FC Porto
  • Estoril
  • Nacional
  • Marítimo
  • V. Setúbal
  • Académica
  • Sp. Braga
  • V. Guimarães
  • Rio Ave
  • Arouca
  • Gil Vicente
  • Belenenses
  • P. Ferreira
  • Moreirense
  • Penafiel
  • Boavista
Dois mágicos para a Supertaça
CARLOS ALBERTO E DIEGO FARÃO DUPLA DIANTE DO BENFICA
terça-feira, 17 agosto de 2004 | 02:24
Autor: NUNO BARBOSA
 

Face ao elevado número de ausências que o FC Porto vai registar no jogo do próximo dia 20, diante do Benfica, para a Supertaça Cândido Oliveira, é quase certo, até pelo que se pôde observar no jogo de preparação com o Boavista, que Carlos Alberto e Diego farão dupla, na construção do jogo atacante do FC Porto. Será o fim da “era Deco” e o início de uma nova vaga de construtores de jogo no FC Porto.


“Vamos ter muitas ausências, mas os jogadores que irão actuar, vão fazê-lo com muita vontade. É uma final e todos devem querer vencer”, disse, ontem, Carlos Alberto. Mas, no final do “amigável” com o Boavista, Diego já havia feito a antevisão dessa partida com os homens da Luz: “Temos uma equipa competitiva para defrontar o Benfica, mas ainda podemos melhorar. Por enquanto não conheço bem o nosso adversário. Temos de respeitar a equipa do Benfica, vamos saber mais detalhes sobre eles durante a semana, mas primeiro temos de nos preocupar connosco.”


Derlei juntou-se ao rol de jogadores indisponíveis para o jogo da Supertaça, facto visto com tristeza por Carlos Alberto e Diego, que, quando falaram à comunicação social, não se esqueceram do companheiro. Sobre a lesão do “ninja”, o ex-Santos referiu: “Foi desnecessária, não era preciso fazer umas entrada daquelas, num amigável.”


Apesar de tudo isso, os dois brasileiros acreditam numa vitória, diante do Benfica, e nos métodos de Fernández. “O novo esquema tem-nos dado mais liberdade e isso é bom”, afirmou Carlos Alberto. Ainda sobre o técnico, Diego referiu: “Tem sido muito bom. Os trabalhos têm sido proveitosos. Vai dar tudo certo.”


«Quem decide é o treinador»


Carlos Alberto e Diego já se conhecem do tempo em que jogavam juntos nos escalões mais novos do “escrete”. O primeiro quer retomar o entrosamento que ambos revelavam na altura: “É muito bom jogar ao lado do Diego. Já jogámos juntos algumas vezes e agora só temos de recuperar o bom entendimento. Ele é um grande jogador e é sempre mais fácil jogar ao lado de grandes jogadores. Se cabemos os dois na mesma equipa? Quem decide é o treinador. Sei do meu valor, vou trabalhar tranquilo e deixar que ele faça as suas escolhas.” O ex-jogador do Santos, também relega para o técnico a decisão sobre a possibilidade de jogar com Carlos Alberto no onze: “Quem tem de analisar se nós podemos jogar juntos é o treinador. Com o Boavista a equipa esteve bem e nós jogámos juntos. “


Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Partilhar:
URL:
 
Pub
Partilhar
Gostou desta notícia?  Votação: 0
 
Algum erro na notícia?  Envie-nos a correção
 


Quem se apresenta, para já, em melhores condições para conquistar a Liga?

Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edisport, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.

Clicar para abrir layer Pretty Clicar para abrir layer Pretty