/futebol/nacional/1a_liga/benfica/
Siga-nos em: ||| Diário especializado em desporto. Diretor: João Querido Manha
  • Benfica
  • Sporting
  • FC Porto
  • Estoril
  • Nacional
  • Marítimo
  • V. Setúbal
  • Académica
  • Sp. Braga
  • V. Guimarães
  • Rio Ave
  • Arouca
  • Gil Vicente
  • Belenenses
  • P. Ferreira
  • Moreirense
  • Penafiel
  • Boavista
Questão lateral
REFORÇO DO LADO ESQUERDO SEM CUNHO PRIORITÁRIO
quarta-feira, 30 dezembro de 2009 | 07:43
Autor: JOÃO SOARES RIBEIRO E NUNO POMBO
 

O "dossiê lateral-esquerdo" é uma questão... lateral para os responsáveis benfiquistas, que acabam de munir o plantel às ordens de Jorge Jesus com um avançado (Kardec), um pivô defensivo (Airton) e um médio-ofensivo (Éder Luís).


A SAD do Benfica está empenhada em reforçar a candidatura ao título, esforçando-se por equilibrar ainda mais um grupo de trabalho já de si poderoso... ou não fosse líder do campeonato em igualdade pontual com o Sp. Braga. Rui Costa sabe que o lado esquerdo do sector defensivo continua um pouco desguarnecido, não em quantidade mas em qualidade, relativamente aos demais postos específicos. Todavia, o diretor-desportivo acredita que Shaffer, embora "verdinho", pode explodir na segunda metade da época, preenchendo a lacuna desnudada em tempo útil pelo treinador.


A inexperiência do sul-americano faz, no entanto, vacilar a estrutura dirigente da Luz, que não coloca de parte a cedência de Shaffer, o que a acontecer - e só nesse caso! - daria um cunho prioritário à sua substituição. Conhecedor do mercado, Rui Costa possui diversos elementos referenciados, tendo em vista uma eventual "descida" ao mercado, algo que por agora não está em cima da mesa, dado a SAD ter investido 1,7 milhões há seis meses na contratação do argentino.


Trio à disposição


Desde a saída de Léo, em pleno consulado de Quique Flores, que o Benfica vem investindo em reforços para este posto específico. O plantel das águias está dotado de três jogadores talhados para tal tarefa: César Peixoto, Shaffer e Jorge Ribeiro. Oproblema é que Jorge Jesus só considera segura a aposta no primeiro (por ele indicado ao clube), o que o levou por diversas vezes a lançar alertas e a operar adaptações, apelando ao espírito missionário de alguns elementos do plantel.


Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Partilhar:
URL:
 
Pub
Partilhar
Gostou desta notícia?  Votação: 0
 
Algum erro na notícia?  Envie-nos a correção
 


Quem se apresenta, para já, em melhores condições para conquistar a Liga?

Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edisport, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.

Clicar para abrir layer Pretty Clicar para abrir layer Pretty